Gerenciamento de estoque: como ter o controle em tempo real?

4 minutos para ler

O gerenciamento de estoque vai muito além do controle de entradas e saídas de mercadorias. Na verdade, trata-se de algo estratégico na empresa, já que está diretamente ligado ao chamado capital de giro. Isso significa que a quantidade de dinheiro disponível no negócio depende, em grande parte, da gestão adequada do seu estoque. E essa realidade não é diferente para editoras.

Sendo assim, ter o controle em tempo real é fundamental para o sucesso do negócio editorial, além de evitar perda de vendas e geração de prejuízos. Para isso, o gerenciamento de estoque precisa estar integrado aos diversos setores da editora, da produção dos livros ao financeiro.

Siga a leitura do post e descubra como fazer uma gestão eficaz, sem que faltem ou sobrem livros no seu estoque.

Qual a importância do controle de estoque em tempo real?

Para entender a importância do gerenciamento de estoque, o melhor é relacioná-lo com alguns KPIs (Key Performance Indicator ou Indicadores-chaves de Performance). Confira.

Giro de estoque

Esse indicador mostra se os produtos estão parados nas prateleiras ou se, por outro lado, apresentam uma grande demanda. Assim, é possível identificar, no mercado de livros, por exemplo, qual título precisa ter sua estratégia de marketing e distribuição revista. O importante é saber que, quanto maior o giro de estoque, maiores serão os lucros.

Ruptura de estoque

Sabe quando um cliente procura por um produto em uma loja, mas ele está em falta? Essa é a chamada ruptura de estoque, que é responsável por uma queda de 5% a 10% nas vendas das empresas. No mercado de livros, a falta de determinado título pode fazer com que o cliente migre para outro estabelecimento. ou procure por produto similar de outro fabricante. Aliás, é o que acontece com 32% dos consumidores que não têm sua demanda atendida.

Perda no estoque

Esse indicador trata da quantidade de mercadoria que foi perdida durante o armazenamento, seja por furto, seja por excesso, seja por estoque inadequado. Para que isso seja evitado, o melhor é sempre manter os dados atualizados e organizados. A adoção de medidas que visem à melhoria da qualidade dos processos também é fundamental.

Taxa de retorno

Alguns produtos voltam para o estoque depois da conclusão da venda. Identificar os motivos da devolução e adotar estratégicas capazes de diminuir esse número são ações importantes para se evitar altas taxas de retorno.

Tempo de reposição

Esse indicador mede o tempo necessário para que um livro, por exemplo, chegue ao estoque e esteja pronto para ser comercializado. Esse tempo deve ser calculado e colocado no sistema. Além disso, o empreendedor deve trabalhar para que ele seja o menor possível.

Como garantir o controle de estoque no mercado de livros?

O mercado de livros tem suas particularidades. O gerenciamento de estoque nesse setor é complexo, mas há soluções que ajudam a manter KPIs adequados e, assim, não perder vendas. Conheça algumas delas.

Print on demand

Ela garante a possibilidade de uma editora lançar no mercado a quantidade necessária de exemplares e ir aumentando conforme a demanda dos leitores.

Isso se dá por meio de um processo simples. O livro é vendido, a fornecedora recebe o pedido, faz a impressão do material — o que acontece em um tempo muito curto — e o envia à editora. Dessa forma, garantem-se redução de custos, agilidade e controle de estoque em tempo real.

Print to order

Além de fazer a impressão sob demanda, a editora pode utilizar marketplaces e e-commerces para as suas vendas. Assim, acaba com o estoque parado de livros, o que costuma impedir novos investimentos.

Nesse modelo, o consumidor final faz a compra. Seu pedido é então enviado a um print center para a impressão. Depois, o próprio fornecedor envia o título ao comprador.

Enfim, o gerenciamento de estoque é fundamental para o sucesso de sua editora. Acompanhar os KPIs e buscar soluções modernas e alternativas eficientes ajudam nesse processo.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, leia nosso artigo 3 dicas de como reduzir os custos de estoque de livros.

Você também pode gostar

Deixe um comentário